FECHAR
FECHAR
05 de outubro de 2018
Voltar
Lançamento

Ampliando a frota

Desenvolvido de acordo com as necessidades dos clientes, o novo caminhão Ford Cargo 3031 promete entregar maior produtividade, segurança, capacidade e potência

Dando sequência aos lançamentos programados para este ano, a Ford Caminhões apresentou ao mercado seu novo modelo Cargo Power 3031 8x2. Dentre os principais atributos do novo modelo – que já é produzido na fábrica da montadora em São Bernardo do Campo (SP) –, a empresa destaca a motorização Cummins ISB 6.7 L, de 306 cv e que permite obter torque de 1.100 Nm, apresentado como o mais potente da categoria até 7 litros, com a opção de transmissão manual de nove marchas ou automatizada Torqshift de 10 marchas. Esse motor traz um ganho de 16% no torque final em comparação ao modelo de 290 cv. “Esse torque alto caracteriza-se também pela ampla faixa de rotação em que está disponível, de 1.100 a 1.900 rpm, o que se traduz em respostas prontas nas retomadas e ultrapassagens”, assegura Luís Fernando Caldo, gerente de engenharia de chassis da Ford Caminhões.

Motorização Cummins ISB 6.7 L de 306 cv entrega 1.100 Nm de torque

De acordo com o especialista, o novo motor turbo traz carcaça e rotor projetados para trabalhar com maior pressão, incluindo válvula de alívio (“wastegate”), que proporciona uma combustão mais homogênea e, reforçando a rotação do propulsor, uma melhor resposta nas retomadas.

TEST-DRIVE

Com peso bruto total de 29.000 kg e capacidade técnica de 30.150 kg de carga útil, o novo caminhão foi testado pela imprensa especializada em um evento realizado pela fabricante em Caxias do Sul (RS), no campo de provas da Randon Implementos.

Na ocasião, foi possível constatar a propalada eficiência e estabilidade do novo modelo, especialmente em condições adversas da estrada e, ainda, em subidas com significativo grau de declividade. O que permite esse desempenho, como garante Caldo, é a presença de um assistente de partida em rampas, que integra a transmissão Torqshift e “segura” o caminhão por até 3 segundos em inclinações acima de 3%. “O caminhão também conta com a função Low para descidas, indicador de marcha no painel e dois modos de condução – Performance e Economia –, com um escalonamento que garante alto torque em subidas e inclinações”, diz o gerente.

Outra característica que facilita a transposição de obstáculos – e que pôde ser aferida durante o teste – é a altura do eixo dianteiro em relação ao solo, no caso, de 300 mm. Além disso, mesmo em seu ponto mais baixo (medido no grampo suspensor), também é bastante elevado, com 176 mm.

Produção editorial: Revista M&T – Desenvolvido e atualizado por Diagrama Marketing Editoral